Loading...

domingo, 13 de maio de 2012

Juventude e Economia Solidária convergem em Goiânia

 

No último fim de semana a Caju (Casa de Juventude Padre Burnier) de Goiânia (GO) promoveu as Oficinas Juventude e Cidadania e Juventude e Economia Solidária em parceria com Fórum Goiano de Economia Solidária, Cáritas Brasileira, IMS (Instituto Marista de Solidariedade) e Rede de Educação Cidadã.
As oficinas iniciaram com um manifesto em sintonia com a campanha pelo veto presidencial ao Novo Código Florestal propulsionado pela Internet com #VETADILMA, com estandarte construído especificamente para oficina.
 

A Oficina de Juventude e Economia Solidária contou com participação de 25 jovens de 16 a 29 anos, de baixa renda, com atuação em grupos, comunidades eclesiais, movimentos sociais, conselhos estaduais e municipais de juventude, em especial dos Estados de Goiás, Distrito Federal e Espírito Santo. A oficina tem como objetivo de promover e qualificar jovens para o desenvolvimento de atividades econômicas de produção e comercialização solidária, baseadas no cuidado ambiental, valorização do trabalho humano, na cooperação e democracia, visando um desenvolvimento socioeconômico sustentável.

Sebastiana Almire, da Central de Comercialização de Economia Solidária/MS e que compõe a coordenação executiva do Fórum Brasileiro de Economia Solidária, assessorou a primeira oficina com o tema: A gestão e a produção solidária, apresentando aos jovens a forma de organização do movimento de economia solidária no Brasil, as bandeiras de luta e como funciona a gestão e produção de um empreendimento de economia solidária.
 

Durante a oficina os jovens vivenciaram a BioDança – ministrada por Rezende Bruno Avelar (assessor da CAJU – Mestre em Ciências da Religião), a biodança resgata a Dança da Vida na dimensão do cuidado com o planeta e do ser humano. A biodança proporcionou aos jovens perceber que é possível o trabalho coletivo, seja em forma de dança, seja no dia a dia na construção de uma sociedade mais justa e solidária.
Após aplicação da oficina, os jovens foram orientados por Claudia Lima (assessora do IMS e compõe a Equipe Sócio-Política da CAJU) na construção do Projeto de Intervenção. N primeiro passo, os jovens farão um diagnóstico do território onde vivem, observando aspectos sobre: moradia, educação, saúde, trabalho e consumo, além de identificarem possíveis locais que poderão ser realizadas ações de intervenção no âmbito da formação em economia solidária.

A equipe sócio-politica da CAJU acompanhará os jovens da oficina na elaboração de seis projetos de intervenção. Os jovens construirão o projeto de acordo com grupos de proximidade, sendo que no estado de Goiás serão 4 grupos: Goiânia, Iporá, Amorinópolis e Cidade de Goiás; 01  em Brasília e 01 em Marataizes/ES.

A próxima oficina tem como tema: Comercialização solidária e Consumo Responsável e ocorrerá nos dias 09 e 10 de junho de 2012.

Nenhum comentário: