Loading...

terça-feira, 22 de maio de 2012

Dom Mauro Morelli – Encontro das CEBs na Paróquia Menino Deus

“COMUNIDADE; VIDA COM SAÚDE”
Aconteceu, no último final de semana do mês de abril, o encontrão diocesano das comunidades. Foram dois dias de muita animação reflexão e partilha de vida. O assessor, Dom Mauro Morelli, foi conduzindo a reflexão, desafiando a todos a assumir com coragem a missão da Igreja.
Os participantes foram divididos em cinco oficinas. A Saúde que vem da Agricultura Familiar foi a primeira. Trataram dos problemas que os agricultores enfrentam: êxodo rural, dificuldades em produzir ecologicamente, separação do lixo, custeio da produção, etc. Viram que é possível ser feliz mesmo morando na roça. Existem muitas alternativas de produção. Dá para produzir sem agrotóxico, cuidando de si e do meio ambiente. Para isso precisam se organizar melhor, conhecer as leis, formar associações para venda de seus produtos nas organizações mantidas pelo estado como; casa de detenção, albergues, escolas, creches e até em condomínios.
Outra oficina tratou da Economia Solidária. Puderam discutir sobre a importância da organização do trabalhador para garantir novos meios de sustentação. A terceira oficina tratou da Saúde que vem da política. Apesar do Sistema Único de Saúde estar longe do ideal, ainda é o melhor entre todos do mundo inteiro, ou seja, é o que mais atende as pessoas gratuitamente. Porém não foi todo colocado em prática. É necessário acompanhar e exigir os direitos da população.
Na quarta oficina tratou da Saúde que vem da Família. Orientada por psicólogas, nutricionista e líderes religiosas e comunitárias, conseguiram partilhar as dificuldades enfrentadas nas famílias; os conflitos com adolescentes, entre casais, etc. A saúde da família vem de uma vivência religiosa sadia. Onde tem princípios, disciplina e valores comuns. Alimentando assim uma boa mística familiar. Por fim, a Saúde que vem da Convivência Comunitária. Um espaço de animação e espiritualidade que faz com que todos os membros possam participar e se sentir em casa. Não apenas um espaço para buscar algo, como se fosse num mercado, mas um lugar que preenche nossos anseios, com liberdade, partilha e organização da vida.
Nestes dois dias foram de muita vida para as comunidades que acolheram os mais de 250 líderes, vindos das diversas Paróquias da diocese. Só nos resta parabenizar a todos os que trabalharam pela acolhida e organização de todo encontro. Um verdadeiro gesto de comunhão. O esforço valeu apena. Assim se faz Igreja. Muito obrigado!
Pe. Adilson Zilio
pmeninodeus@yahoo.com.br

Nenhum comentário: