Loading...

sábado, 24 de março de 2012

Seminário abre a 5ª Semana Social Brasileira no Estado de São Paulo

Evento termina com ‘propostas' para um novo Estado a serviço do bem comum e de uma economia de vida

A Casa de Retiros São Paulo Apóstolo em Embu das Artes acolheu, nos dias 16 a 18 de março, o Seminário de Lançamento da 5ª Semana Social Brasileira - 5ª SSB do Regional Sul 1 da CNBB (Estado de São Paulo). O evento teve a participação de mais de 80 agentes de pastorais sociais, movimentos sociais e eclesiais e discutiu "a participação da sociedade no processo de democratização do Estado - Estado pra que e para quem?" sob o lema "Bem viver: caminho para uma nova sociedade com novo Estado".

"Neste seminário, o Regional Sul 1 abre oficialmente sua 5ª SSB, sendo um momento forte e significativo para as dioceses, pastorais e organismos do nosso Regional, conto com a participação de todos nesse ‘processo de democratização do Estado Brasileiro". Com estas palavras o padre Valdeci João dos Santos, secretário do fórum das pastorais sociais, declarou aberto os trabalhos.

Durante os três dias de seminário os participantes estudaram o subsídio de estudo da 5ª Semana Social Brasileira, subdivididos em quatro capítulos: I. As origens do Estado; II. O Estado que temos; III. O Estado que queremos; IV. Teologia e pastoral em busca dos sinais dos tempos nos processos de democratização do Estado.

O processo da 5ª. SSB já iniciou e se dá nas comunidades, paróquias, dioceses, regionais e organizações. "A 5ª SSB acontecerá de acordo com a capacidade de articulação de cada uma delas", afirmou o assessor do seminário padre Nelito Dornelas, articulador da 5ª SSB e assessor das Pastorais Sociais da CNBB.

A programação incluiu também uma noite de reflexão sobre o tema: "Motivação sobre a sociedade do Bem-Viver". De acordo com o padre Nelito, a ideia do Estado que queremos se inspira na valorização dos povos de culturas tradicionais, como os indígenas, quilombolas e ribeirinhos. "Nós temos que aprender com esses povos tradicionais o compromisso de viver de modo sadio, feliz e harmonioso consigo mesmo, com os outros humanos e com todos os seres vivos, baseado naquilo que disse Jesus: ‘Eu vim no mundo para que todas as pessoas tenham vida e vida em plenitude' (Jô 10,10).

Ivan Bezerra Pe. Nelito Dornelas assessora Seminário da 5ª SSB. Levando em consideração o que fora debatido sobre o "Estado que temos em vista do Estado que queremos", os participantes durante a mística de encerramento assumiram alguns compromissos no processo da 5ª. SSB no Regional Sul 1 , entre eles: "assumir com firmeza que um Novo Estado exige novos valores, novas formas de convivência entre as pessoas"; "denunciar os mecanismos que favorecem e geram concentração de renda, deixando de lado os direitos de todas as pessoas e da mãe terra"; "lutar em favor da autonomia das pessoas, das comunidades e dos povos"; "aprender com os povos indígenas o Bem-viver e com os povos afro-brasileiros o seu sentido de pertença"; "trabalhar pela unidade que reconhece e convive com a diversidade" e "reconhecer com a alegria que Deus está presente na história, inspirando e gerando novas formas de vida e de organização econômica, social e cultural".

Na ocasião, também foram pensados eventos comuns nas dioceses, paróquias e comunidades, com debates, seminários e celebrações envolvendo os movimentos sociais, pastorais sociais, movimentos eclesiais, CEBs, formadores de opinião, candidatos a cargos eletivos, para discutir sobre o Estado brasileiro. Entre as atividades mencionadas estão as mobilizações e vigílias em sintonia com a Rio+20, Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, que acontecerá em junho; o Grito dos excluídos, em 7 de setembro; o Seminário da 5ª. SSB do Regional Sul 1 da CNBB que deve ocorrer em Jundiaí, entre os dias 23 a 25 de novembro desse ano, entre outras atividades.

Renato Papis

Nenhum comentário: