Loading...

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Pe. Pirmin Spiegel sucessor de Mons. Josef Sayer na Direção Geral de MISEREOR

Em breve haverá uma mudança na direção de MISEREOR. A Conferência dos Bispos da Alemanha, na sua Assembleia Plenária outonal em Fulda, nomeou o Pe. Pirmin Spiegel para o cargo de Diretor Geral da Obra Episcopal de ajuda ao desenvolvimento. Pirmin Spiegel assumirá a sucessão de Mons. Josef Sayer em março de 2012, dado que segundo uma decisão da Conferência dos Bispos da Alemanha, o mandato dos diretores das organizações católicas de ajuda ao desenvolvimento termina quando estes completam 70 anos de idade. Mons. Josef Sayer desempenha a função de diretor geral de MISEREOR desde 1997, tarefa em que é assistido pelos dois diretores-gerentes, Dr. Martin Bröckelmann-Simon e Sr. Thomas Antkowiak.

A nomeação de Pe. Pirmin Spiegel foi acolhida na MISEREOR com grande alegria e gratidão. "Com Pirmin Spiegel, teremos à frente da nossa organização um padre com uma vasta experiência em matéria de cooperação para o desenvolvimento e um representante muito comprometido com a opção pelos pobres. Ele não só conhece de perto a realidade e a situação difícil dos pobres, mas também a compartilhou durante muitos anos", afirma a direção de MISEREOR no seu comunicado à imprensa. Acrescenta que ele, por outro lado, está muito familiar com os desafios atuais que se colocam à Pastoral da Igreja na Alemanha, pelo fato de ter exercido o serviço de pároco durante muitos anos. "Tudo isto o qualifica de forma especial para o cargo de Diretor Geral assim como para a tarefa de conduzir a nossa organização a um futuro sustentável. Nós, e todo o pessoal de MISEREOR, nos alegramos que, com Pe. Pirmin Spiegel, se assegure continuidade no desenvolvimento do trabalho de MISEREOR, centrado no combate à pobreza e na luta por justiça no Mundo", disse a direção de MISEREOR. Porque MISEREOR, como Obra Episcopal de ajuda ao desenvolvimento, já atua desde 1958 na África, Ásia, América Latina e Oceania, para promover condições de vida dignas para todos, cooperando para tal com mais de 2500 organizações parceiras nos continentes do sul. Por isso, confiabilidade e continuidade no trabalho com os pobres e suas organizações, bem como com as comunidades eclesiais e dioceses, com a sociedade civil e o setor político na Alemanha são de suma importância.

Mons. Werner Thissen, arcebispo de Hamburgo, que representa Misereor no âmbito da Conferência dos Bispos da Alemanha, aprecia sobretudo a habilidade e competência espiritual de Pirmin Spiegel, sua proximidade dos pobres e o fato de que ele está "em casa" tanto na Igreja Universal, como na Igreja da Alemanha. "Mons. Sayer estabeleceu padrões durante o seu serviço de muitos anos. Estou seguro de que o seu sucessor continuará este trabalho exitoso", disse Thissen.

Pirmin Spiegel nasceu em 1957 em Grossfischlingen, no estado federado de Renânia-Palatinado. De 1990 a 2003 trabalhou e, desde agosto de 2010, trabalha novamente como missionário no Brasil, onde já muito cedo estabeleceu contatos com MISEREOR. A Escola Família Agrícola em Capinzal/Lima Campos, fundada por ele em 1995, foi co-financiada por MISEREOR. Em 1981, ainda antes de completar o seu estudo universitário, Pirmin Spiegel trabalhou alguns meses no Piauí, onde conheceu Norbert Herkenrath que naquela altura era pároco e que um ano mais tarde foi nomeado Diretor Geral de MISEREOR.

Pirmin Spiegel, filho de agricultores, estudou em Frankfurt/St. Georgen filosofia e teologia e foi ordenado sacerdote em 7 de junho de 1986. Até 1990 atuou como capelão e administrador paroquial em Kaiserslautern e como capelão da Associação da juventude operária católica (JOC) no bispado de Speyer. Em seguida, até 2000, exerceu o serviço de pároco em Lima Campos (Diocese de Bacabal) no estado Maranhão, onde esteve a cargo de três paróquias com 67 comunidades em três municípios. Até 2003, foi liberado para assumir a formação de missionários leigos no Maranhão. De 2004 até 2010 voltou a trabalhar na Alemanha, como pároco na comunidade paroquial Blieskastel-Lautzkirchen. No verão de 2010 regressou novamente para o Brasil, para trabalhar em vários países latino-americanos na formação e no acompanhamento de missionários leigos.

Nenhum comentário: