Loading...

quinta-feira, 21 de junho de 2012

III Seminario das CEBs de Goiás e Tocantins




Aconteceu nos dias 01 a 03 de junho, em Miracema do Tocantins, no Centro de Treinamento de Lideranças Dom Jaime Collins – CTL – representantes das CEB’s do Tocantins e Goiás para a realização do III Seminário da CEB’s. Na certeza de que as Ceb’s devem ser o lugar não só da vivência, aprofundamento e celebração da fé, mas o lugar onde se confrontam Vida e prática com a Palavra de Deus, um grupo de mais de oitenta participantes, teve assessoria de Frei José Fernandes e Mercedes para refletir sobre a questão da justiça, profecia.
O Assessor Nacional da Ceb’s Dom Giovane Pereira de Melo, Bispo de Tocantinópolis, também se fez presente contribuindo neste Seminário. Dom Giovane retomou as palavras de Igreja em relação a Cebs presente nas Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora do Brasil.
Para abrir o Seminário, o grupo contou com a ajuda representante da CPT, Silvano Lima Resende que apresentou uma análise de conjuntura da realidade do Tocantins. No contexto de globalização neoliberal o Tocantins vem assistindo a consolidação de um modelo econômico que aprofunda as desigualdades econômicas, sociais. O modelo econômico do Tocantins tem provocado a implementação de uma estrutura política que acentua as desigualdades e transforma o Estado em grande produtor de produtos primários.
Sensibilizados, grupo buscou aprofundar a temática justiça e profecia com assessoria de Frei José. Ele levou o grupo a questionar-se sobre o seu posicionamento cristão questionando: Pode misturar Fé e Política? Pode separar Fé e Política? Retomando os documentos da Igreja e palavra dos últimos papas salientou a importância da vivência política cristã. O exercício da Política é excelente obra de caridade” (Paulo 6º); A Solidariedade é o novo nome da palavra caridade” (João Paulo II). “A sociedade justa, sonhada por todos, deve ser realizada pela Política e a Igreja não pode nem deve ficar à margem na luta pela Justiça” (Bento 16); “A educação para a cidadania é processo permanente. Para ela contribuem as Escolas e os Grupos de Fé e Política que se multiplicam pelas dioceses do Brasil” (CNBB, 2012).
Em seguida, a assessoria de Mercedes, aprofundou a partir da Palavra de Deus questão da profecia olhando duas figuras bíblicas: Amós e Isaias. Um o profeta rural e outro urbano. “Reconhecemos que na Bíblia a profecia é consequência direta de um evento social, político, cultural e religioso na de história de Israel. E é a resposta de um povo, de homens e mulheres que se deixaram interpelar por Deus. Como deve ser até hoje!”
Este momento de aprofundamento são passos em vista do 13º Intereclesial de CEBS – que será na Diocese de Cratós. Ao final de encontro, os participantes saíram animados, Frei Marcos Belei, Aragominas, TO, salientou “Levo para minha comunidade alegria de saber que muitos estão caminhando nas comunidades eclesiais de base e que este é o rumo para termos uma igreja renovada e profética.” O jovem Josué Pereira da Silva Santos, Goiânia, GO, que pela primeira vez participa de um encontro disse: “Participar deste encontro trouxe para mim uma experiência espetacular da simplicidade das comunidades eclesiais de bases. Sai com desejo de conhecer e a vontade de participar da CEBs no dia-a-dia na comunidade.”

Nenhum comentário: