Loading...

sábado, 16 de junho de 2012

As CEBs pelo Mundo


Começou, em Honduras, o encontro dos assessores (as) da articulação das CEBs continental, com 38 participantes.  A princípio, todos estavam apreensivos com as delegações do Haiti, Equador e Venezuela, que ficaram presas no aeroporto, em Costa Rica. A celebração de abertura teve características brasileiras, e foi com esse jeitinho brasileiro de ser que as orações do dia foram dirigidas ao nosso Senhor em favor das delegações presas.

A partilha da caminhada das CEBs foi norteada pela seguinte pergunta: “Como foi feito o relançamento das CEBs e como está a articulação?” Dentre os nove países, percebemos que o Brasil, Argentina, Chile, Paraguai, Guatemala, Equador, México e Estados Unidos, têm tido as mesmas fraquezas, debilidades e desafios. No entanto, as CEBs continuam sempre vivas e resistentes, vivendo o evangelho no meio dos pobres.

Lembro ainda que a CEB é a mãe da CPT, CIMI e das Pastorais Sociais.  E quem é mãe sabe, mesmo depois que os filhos crescem e seguem seu próprio caminho, a mãe continua cuidando e acompanhando os passos dos filhos. Por isso, a caminhada das CEBs junto às pastorais sociais, CPT, CIMI, os movimentos sociais e outras entidades, é fundamental para os nossos trabalhos.

O encontro termina no dia 15⁄06 com o almoço e, em seguida, inicia-se o IX Encontro Latino Americano das CEBs. Aqui, aguardamos ansiosamente os 250 delegados que chegarão de todo canto do mundo, para a partilha e troca de experiências de nossa tão querida e amada CEBs.
E como já dizia a música...

“Movimento que se tornou CEBs em nosso país pela primeira vez
Encontro em que se falava da Igreja que nasce pelo espírito de Deus.
NESTE PAÍS DA AMÉRICA LATINA
O TREM DAS CEBs VAI APARECER
E CADA VAGÃO QUE SE UNE
É SINAL QUE AS CEBs VÃO SEMPRE CRESCER”.

Maria da Silva Costa Rossi é Coordenadora Regional da CEBs do Mato Grosso e Representante Brasileira na Ampliada da  CEBs Latino-americana. E será uma das responsáveis pelas celebrações de todo o encontro.

Nenhum comentário: