Loading...

sábado, 28 de abril de 2012

CNBB: E, por fim, os preparativos para o próximo 13º Intereclesial das Comunidades Eclesiais de Base, que vai acontecer em janeiro de 2014, na cidade de Juazeiro do Norte



 










Aparecida (RV) – Concluiu-se na última quinta-feira, dia 26, a 50ª Assembleia Geral da CNBB, no Centro de Eventos Padre Vítor Coelho de Almeida, no Santuário Nacional de Aparecida. Foram nove dias de intensos trabalhos com a presença de 338 bispos de todo o país. Dias de reflexão, discussão e oração ao redor do tema central A Palavra de Deus na vida e missão da Igreja.

Pudemos sentir nestes dias em que acompanhamos os trabalhos dos nossos bispos, como pulsa o coração da nossa Igreja; podemos afirmar sem temor que é um coração forte, determinado, com fé e esperança. Tudo isso foi demonstrado nos temas analisados e propostos depois ao povo de Deus presente em todo o território brasileiro. Como, por exemplo, o projeto de “Comunhão e Partilha – Igreja Solidária” entre as dioceses no campo da formação do clero. A ideia é que todas as dioceses do Brasil, inclusive as que serão beneficiadas, deem uma pequena contribuição para um Fundo de Solidariedade para a formação dos seminaristas em todo o Brasil.

Foram ainda apresentadas a Nota "Em defesa dos territórios e dos direitos dos povos indígenas, quilombolas, pescadores artesanais e demais populações tradicionais” e a Nota sobre a reforma do Código Penal. O objetivo do documento é expressar o compromisso da instituição no acompanhamento de importantes matérias de interesse social, neste momento em que uma Comissão de Juristas do Senado discute mudanças no Código Penal; e a Nota sobre as próximas eleições municipais, convocando os eleitores a um voto responsável.

Momentos também de recordação como a homenagem aos 50 anos do início do Concílio Vaticano II - considerado o mais importante fato da história recente da Igreja - no qual, à época, os bispos brasileiros participaram ativamente, tanto que as assembleias gerais da CNBB de 1964 e 1965 foram realizadas em Roma por esta mesma razão.

Isso sem contar as celebrações pelas 50 Assembleias Gerais e pelos 60 anos da criação da CNBB. Uma série de compromissos já foram marcados: a preparação para o próximo Encontro Nacional da Pastoral da Comunicação, em julho próximo em Aparecida (SP); os preparativos para o IIº Seminário de Comunicação Teórico e Prático para os bispos, que está marcado para julho de 2013, na Universidade Católica de Pernambuco, em Recife (PE) em 2013, bem como a elaboração do Diretório de Comunicação. E, por fim, os preparativos para o próximo 13º Intereclesial das Comunidades Eclesiais de Base, que vai acontecer em janeiro de 2014, na cidade de Juazeiro do Norte (CE). A equipe da Caritas Brasileira recordou ainda o Fundo Nacional de Solidariedade e o projeto de apoio à Igreja no Haiti e os preparativos para a Jornada Mundial da Juventude foram apresentados.

A escolha dos quatro delegados e dois suplentes para o Sínodo sobre a Nova Evangelização, em outubro, no Vaticano também foi debatida e, ainda, a acolhida por parte dos senhores bispos do Núncio Apostólico para o Brasil, Dom Giovani D’Aniello, que trouxe a saudação do Santo Padre Bento XVI e do Secretário de Estado, Cardeal Tarcísio Bertone. A Rádio Vaticano apresentou alguns momentos do documentário que a Redação Brasileira está fazendo sobre a viagem de Bento XVI ao Brasil, em 2007.

Foram dias intensos de muito conteúdo, de muita preocupação pela realidade brasileira e eclesial, dias em que os nossos pastores fizeram uma pausa nos seus trabalhos habituais para, juntos, colegial e fraternalmente, concentrarem a atenção sobre determinados assuntos que dizem respeito à cotidianidade do povo de Deus. Vimos, nestes dias, nossos pastores orgulhosos da “Igreja Viva” do Brasil, cheios de esperança e fé, cheios de confiança Naquele que tudo pode. Cada Assembleia Geral da CNBB é sempre uma nova experiência, para quem dela participa, mas também para nós, jornalistas, que seguimos e contamos diariamente a vida de uma Igreja viva que caminha ao lado dos que sofrem.

 Silvonei José

Nenhum comentário: