Loading...

sábado, 28 de janeiro de 2012

Prêmio Betinho Atitude Cidadã - Fortaleza - CE


Atendendo a milhares de pessoas, mensalmente, em distintos espaços, em Fortaleza e Maracanaú, o Movimento trilha um novo ciclo


Há quinze anos, nascia o Movimento de Saúde Mental Comunitária para cuidar de pessoas fragilizadas pelo empobrecimento e pela falta de esperança na vida, na região do Grande Bom Jardim, em Fortaleza. Com as parcerias dos médicos Adalberto Barreto e Mourão Cavalcante, o padre Rino Bonvini, também médico, iniciava o Movimento. Missionário Comboniano, ele reunia pessoas das Comunidades Eclesiais de Base (CEBs), antes acompanhadas pelos padres Marcos Passerini e Renato Lanfranchi, também Combonianos. Da terapia comunitária, o Movimento evoluiu para a Abordagem Sistêmica Comunitária que cuida da pessoa considerando sua multiplicidade bio-psico-sócio-espiritual.


Foi assim que em 2009, a Fundação Banco do Brasil, reconheceu a Abordagem Sistêmica Comunitária como uma tecnologia social capaz de ser reaplicada em outras realidades. Hoje, essa tecnologia, que cuida das pessoas contribuindo para o seu equilíbrio e sua saúde física, espiritual e comunitária, já ultrapassas as fronteiras de Fortaleza, chegando a outros territórios. Em breve, o Movimento pretende levá-la a Bolívia.


Atendendo a milhares de pessoas, mensalmente, em distintos espaços, em Fortaleza e Maracanaú, o Movimento trilha um novo ciclo, como enuncia o padre Rino que também é irmão dos índios – acolhido pelos Lakota Sioux (dos EUA) e pelos Pitaguary do Ceará. O contato com os índios fortaleceu nele a preocupação em cuidar também dos animais e da mãe terra com maior intensidade. Cercado de animais, costumamos encontrá-lo em sua casa... de celular à mão fazendo contatos. Está sempre ligado: encaminhando uma orientação para um paciente ou sugerindo a solução para algum problema na comunidade que o cerca.


Nesse ritmo incansável, ele conduziu o Movimento no ano de júbilo. Primeiro, a festa na Comunidade, reunindo centenas de pessoas. Depois, homenagens na Câmara de Fortaleza e na Assembleia Legislativa... Ronivaldo Maia, João Alfredo, Rachel Marques, enalteceram no parlamento a importância do Movimento para a comunidade cearense. E para coroar o ano de homenagens, o Comitê de Entidades no Combate à Fome e pela Vida concedeu ao padre Rino o Prêmio Betinho - Atitude Cidadã, em Fortaleza.

Elizeu de Sousa

jornalista

Nenhum comentário: