Loading...

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Congresso Continental de teologia




07/10/2012 a 11/10/2012

O ano 2012 será um ano muito significativo para a Igreja na América Latina e Caribe: são os 50 anos da inauguração do Concílio Vaticano II, celebrada pelo papa João XXIII, e os 40 anos da publicação do livro Teologia da Libertação. Perspectivas, de Gustavo Gutiérrez, que inaugura a rica trajetória da teologia em nosso continente. No marco destes dois acontecimentos que marcaram a Igreja em geral, particularmente na América Latina, está a proposta de um Congresso Continental de Teologia.

Com o novo impulso dado por Aparecida à tradição latino-americana, o momento atual é muito oportuno para mobilizar a comunidade teológica no continente, depois de anos particularmente difíceis, marcado por tensões, desencantamentos, falta de perspectivas, dispersão e, inclusive, certa desmobilização dos teólogos e teólogas.

A finalidade do Congresso Continental é, sobretudo, olhar para o futuro, um congresso prospectivo, que se pergunte sobre os desafios e tarefas futuras da teologia na América Latina, a partir do nosso novo contexto cultural, social, político, econômico, ecológico, religioso e eclesial, globalizado e excludente.


OBJETIVOS:

• Celebrar os 50 anos da inauguração do Vaticano II e os 40 anos da publicação do livro de Gustavo Gutiérrez – Teologia da Libertação. Perspectivas.

• Realizar, no Congresso Continental e nas Jornadas Teológicas Regionais, uma análise da conjuntura cultural, socioeconômica e político-mundial, particularmente da América Latina e Caribe, para que a inteligência da fé não perca de vista a realidade de nossos povos.

• Propiciar uma análise da realidade eclesial atual, em chave continental e mundial, para identificar os obstáculos e as possibilidades da reforma do Vaticano II e das intuições da teologia latino-americana.

• Reler a tradição latino-americana a partir do contexto em que vivemos.

• Discernir desafios e tarefas da teologia na America Latina, a partir do nosso novo contexto cultural, social, político, econômico, ecológico, religioso e eclesial, pluralista, globalizado e excludente.

• Contribuir para que a teologia latino-americana continue sendo instância retroalimentadora das comunidades eclesiais inseridas no mundo em perspectiva libertadora, frente aos novos desafios oriundos de um mundo pluralista e globalizado.


COORDENAÇÃO:

Fundação Ameríndia Continental (Montevideo, URUGUAI)

Conferencia Latinoamericana de Religiosos - CLAR (Bogotá, COLOMBIA)

Pontifícia Universidade Javeriana - PUJ (Bogotá, COLOMBIA)

Sociedade de Teologia e Ciências da Religião – SOTER (Belo Horizonte, BRASIL)

Instituto Humanitas Unisinos - IHU (São Leopoldo, BRASIL)

Instituto Teológico-Pastoral para América Latina - ITEPAL (Bogotá, COLOMBIA)

Associação de Teólogos do México - ATEM (MÉXICO)

Rede Teológico-Pastoral (Guatemala, GUATEMALA

Agência de Informação Frei Tito para América Latina - ADITAL

Nenhum comentário: