Loading...

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Brasil premiará trabalhos com foco na sustentabilidade

Inscrições começam no próximo mês e a iniciativa reconhecerá trabalhos desenvolvidos em quatro categorias

Foi lançado no Brasil o Green Project Awards (GPA). Trata-se de uma iniciativa da GCI Portugal, criada em 2008, com o objetivo de reconhecer boas práticas e mobilizar a sociedade civil em torno da agenda da sustentabilidade. A versão brasileira será comandada pelos ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação e do Meio Ambiente.

Voltado a um público variado que inclui jovens, institutos de ensino e pesquisa, ONGs, associações de classe, empresas e representantes da administração pública, o prêmio terá quatro faixas de premiação: iniciativa jovem, pesquisa e desenvolvimento, produto ou serviço e campanha de mobilização. As inscrições começam no dia 16 de janeiro e seguem até 30 de março.

Na categoria pesquisa e desenvolvimento, por exemplo, será avaliado o impacto do projeto nos três componentes da sustentabilidade (ambiental, econômico e social), além da publicação em revistas ou outros títulos com arbitragem científica. A comissão julgadora observará, ainda, a potencialidade da aplicação do projeto e a introdução de práticas para o aumento da eficiência no uso de energia e água.

“Chegou a hora de recompensar a criatividade dos brasileiros na promoção de práticas sustentáveis”, destaca Domingos Naveiro, diretor do Instituto Nacional de Tecnologia (INT), co-organizador da premiação. “O Green Project Awards chega ao Brasil em um momento decisivo para o tema da sustentabilidade, especialmente com a proximidade da Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20”, completa.

Poderão concorrer ao prêmio iniciativas desenvolvidas por jovens de até 24 anos; projetos que já tenham sido tema de dissertação ou publicação científica; produtos ou serviços já concretizados nas áreas de desenvolvimento social, economia, ética e meio-ambiente e, por último, campanhas e ações de sensibilização e informação. Os trabalhos premiados serão selecionados por uma comissão julgadora constituída por especialistas na área, com auditoria sob a responsabilidade da KPMG.

O envolvimento dos jovens é considerado um importante pilar do projeto. “Nossa meta é levar o tema da sustentabilidade a espaços, reais e virtuais, onde os jovens se encontram, além de destacar seus movimentos e iniciativas individuais em prol da sustentabilidade”, explica José Manuel Costa, presidente da GCI, empresa de consultoria portuguesa com maior expertise na criação e implementação de estratégias de engajamento público.

Espera-se que o concurso estimule a discussão produtiva no Brasil sobre temas como o fim da pobreza, biodiversidade ou a inclusão social. Em Portugal, o prêmio já reconheceu 28 casos de sucesso, eleitos entre as mais de 500 candidaturas nos últimos anos. A entrega dos prêmios será realizada no dia 19 de junho, no Rio de Janeiro (RJ), duas semanas após a Rio+20.

Fonte: Responsabilidade Social

Nenhum comentário: