Loading...

terça-feira, 28 de junho de 2011

Os seis chapéus do pensamento - No Trem das CEBs estamos de...

No Trem das CEBs estamos de...

CHAPÉU BRANCO – Tranquilidade, praticidade, moderação.

O branco é neutro e objetivo. O chapéu branco está relacionado a fatos e números objetivos. Ele é como um computador. Simplesmente apresenta os fatos de maneira neutra e objetiva. Não se preocupa com a sua interpretação.

Ao colocar o chapéu branco, imagine-se um computador apresentando fatos e números de atividades realizadas. Não deve se preocupar em dar opiniões e fazer interpretações. A principal preocupação deve ser a de dar o máximo de informações e preencher todas as lacunas.

Quando falamos a partir do chapéu branco fazemos ao mesmo tempo um treinamento disciplinado de nossa ação e damos uma direção. Ele possibilita socializar as informações que são necessárias. A energia do chapéu branco é dirigida para a busca e apresentação de informações.

VAMOS CONVERSAR:

1. Qual o maior desafio constado em nosso contexto sócio - econômico - político? Qual o compromisso concreto que vamos assumir para superá-lo?

2. Como a palavra de Deus ilumina a caminhada das CEBs e nos ajuda a sermos profetas e profetizas a serviço da Vida?

3. Como está a caminhada das CEBs em sua Paróquia e Diocese?

4. De que maneira estamos socializando as informações da realidade social e eclesial onde estamos inseridos?

Agora o grupo irá procurar um texto bíblico que faça menção a tudo o que é branco para as CEBs.

Reflita este texto dentro de sua realidade eclesial e social.

Faça uma oração, poema ou música que leve a pensar na dimensão branca.


No Trem das CEBs estamos de...

CHAPEU VERMELHOSensibilidade, afetividade, paixão.

O chapéu vermelho indica cólera, raiva, sentimentos de fracasso, derrota e outras emoções. Mas também apresenta as paixões que nos movem. O chapéu vermelho apresenta a visão emocional.

O pensamento de chapéu vermelho refere-se exclusivamente às emoções e sentimentos e aos aspectos não racionais do pensamento. O chapéu vermelho abre um canal definido e formal para trazer esses elementos à luz, como portas legítimas do mapa geral, sendo reconhecidos e legitimados.

Usar o chapéu vermelho nos dá a liberdade de dizer: “É isso que sinto a respeito desse assunto”. O pensamento de chapéu vermelho legitima emoções e sentimentos como partes importantes de pensamento. Por meio dele os sentimentos se tornam transparentes e podem ser integrados ao mapa do pensamento e ao sistema de valores que escolhe a rota a ser tomada.

Com o pensamento de chapéu vermelho, dispomos de um método para ligar e desligar o “estado de emoção”. Temos a oportunidade de conhecer os sentimentos das pessoas e os próprios.

Ao se expressar com o chapéu vermelho não há necessidade de explicar os sentimentos nem lhes dar uma base lógica.

No chapéu vermelho expressamos os sentimentos de medo, antipatia, suspeita, mas também damos palpites, expressamos as intuições, as sensações, os gostos, a nossa percepção estética que não têm justificativas lógicas. É puro instinto procurando se encaixar.

VAMOS CONVERSAR:

1. Qual o maior desafio constado em nosso contexto sócio - econômico - político? Qual o compromisso concreto que vamos assumir para superá-lo?

2. Como a palavra de Deus ilumina a caminhada das CEBs, e nos ajuda a sermos profetas e profetiza a serviço da Vida?

3. Quais são os seus palpites, intuições e impressões e sentimentos sobre o trabalho desenvolvido pelas CEBs?

4. Como nos relacionamos com as reações e aborrecimentos que experimentamos em nossa caminhada?

Agora o grupo irá procurar um texto bíblico que faça menção a tudo o que é vermelho para as CEBs. Reflita este texto dentro de sua realidade eclesial e social.

Faça uma oração, poema ou música que leve a pensar na dimensão vermelha.


No Trem das CEBs estamos de...

CHAPEU PRETO – Cautela, contestação, pensamento crítico.

O chapéu preto é sombrio e sério. Está vinculado à cautela e ao cuidado. Aponta para os pontos fracos da situação, o pensamento critico e a precaução. Ele previne erros, excessos e atitudes erradas.

Utilizá-lo significa ser cauteloso e precavido. Esse chapéu aponta dificuldades, perigos e problemas potenciais presentes no trabalho desenvolvido. Graças à sua ação evitamos problemas para nós mesmos e para a comunidade.

O pensamento do chapéu preto está ligado à precaução. Em alguns momentos temos que identificar os riscos, perigos, obstáculos, problemas em potencial e pontos negativos em um processo. Esta cautela é para evitar perigos e dificuldades. Aponta para perigos que precisam ser vistos com atenção, pois podem causar falhos ou danos. Seu propósito é revelar os riscos e descrever os perigos potenciais que podem surgir no futuro e comprometer um projeto.

Ele está associado ao sentido de precaução e adaptação. Com ele focalizamos os aspectos da sobrevivência e do sucesso do nosso trabalho.

VAMOS CONVERSAR:

1. Qual o maior desafio constado em nosso contexto sócio - econômico - político? Qual o compromisso concreto que vamos assumir para superá-lo?

2. Como a palavra de Deus ilumina a caminhada das CEBs, e nos ajuda a sermos profetas e profetiza a serviço da Vida?

3. Quais são as dificuldades e os problemas mais comuns que enfrentamos na caminhada das CEBs?

4. O que precisamos mudar para atingir nossos objetivos?

Agora o grupo irá procurar um texto bíblico que faça menção a tudo o que é preto para as CEBs.

Reflita este texto dentro de sua realidade eclesial e social.

Faça uma oração, poema ou música que leve a pensar na dimensão preta.


No Trem das CEBs estamos de...

CHAPEU AMARELOFoco no benefício, pensamento, brilho.

O amarelo é ensolarado e positivo. O chapéu amarelo é otimista e está associado à esperança e ao pensamento positivo.

Pense na luz do sol. Pense no otimismo. Com o chapéu amarelo nos lançamos deliberadamente em busca de qualquer beneficio que se possa encontrar em determinada sugestão. E procura descobrir os meios possíveis para colocar uma idéia em pratica.

Este chapéu não é muito fácil de ser usado. Nosso cérebro tem um mecanismo de proteção que filtra muito as idéias inovadoras pra evitar os riscos e os perigos existenciais.

Precisamos nos exercitar muito para uma sensibilidade dos novos valores. Nem sempre nós percebemos a qualidade de nossas próprias opiniões inovadoras. Muitas vezes temos desconfianças e medo delas.

É uma perda de tempo esforçar-se para ser criativo quando não se tem a capacidade de reconhecer uma boa idéia. É por isso que o desenvolvimento para valores é tão importante.

O pensamento de chapéu amarelo é muito importante porque nos força a dedicar tempo para buscar os novos valores. Algumas vezes nos surgem grandes surpresas. De repente, algo que não parecia importante adquire grande valor. Se procurarmos com empenho, podemos encontrar qualidades até mesmo nas idéias menos atraentes.

É imprescindível que o pensamento de chapéu amarelo tenha uma base lógica. Temos que apresentar uma razão para justificar o valor que estamos sugerindo. Este é um chapéu de julgamento. Seu fundamento não é a fantasia.

VAMOS CONVERSAR:

1. Qual o maior desafio constado em nosso contexto sócio - econômico - político? Qual o compromisso concreto que vamos assumir para superá-lo?

2. Como a palavra de Deus ilumina a caminhada das CEBs, e nos ajuda a sermos profetas e profetiza a serviço da Vida?

3. O que de amarelo encontramos nas CEBs?

4. Quais são os benefícios alcançados em nosso em nossa caminhada? Para quem? Em que circunstâncias?

Agora o grupo irá procurar um texto bíblico que faça menção a tudo o que é amarelo para as CEBs.

Reflita este texto dentro de sua realidade eclesial e social.

Faça uma oração, poema ou música que leve a pensar na dimensão amarela.


No Trem das CEBs estamos de...

CHAPEU VERDECriatividade, ousadia, flexibilidade

O verde é a cor da natureza e de todo crescimento fértil e abundante. O chapéu verde sugere criatividade e novas idéias.

O chapéu verde destina-se ao pensamento criativo. Quem o coloca adota a linguagem desse pensamento. Ele aponta para resultados criativos.

O verde simboliza a fertilidade, o crescimento e o valor das sementes. O verde aponta para idéias alternativas. É uma linguagem do movimento que substitui o julgamento. O objetivo é seguir em frente com uma idéia para ver se nascem outras. O chapéu verde é muito provocativo e polêmico. Ele é usado para produzir conceitos e percepções.

O chapéu verde é o da energia. Com ele apresentamos novas idéias, expomos opções e alternativas e procuramos modificar ou melhorar propostas ou projetos em andamento.

Ele cria expectativa e surpresas. Ajuda no aumento da autoconfiança e autoestima. Ajuda na escolha de ideais que se adaptam melhor ao processo. Busca de soluções praticas

VAMOS CONVERSAR:

1. Qual o maior desafio constado em nosso contexto sócio - econômico - político? Qual o compromisso concreto que vamos assumir para superá-lo?

2. Como a palavra de Deus ilumina a caminhada das CEBs, e nos ajuda a sermos profetas e profetizas a serviço da Vida?

3. De acordo com o nosso ultimo encontro regional assumimos o compromisso com meio ambiente. Estamos de fato levando a sério, como?

4. Quais são as novas idéias, novos conceitos e novas percepções presentes em nossa caminhada?

Agora o grupo irá procurar um texto bíblico que faça menção a tudo o que é verde para as CEBs.

Reflita este texto dentro de sua realidade eclesial e social.

Faça uma oração, poema ou música que leve a pensar na dimensão verde.


No Trem das CEBs estamos de...

CHAPEU AZUL - Planejamento, organização, coordenação.

O azul é sereno e também é a cor do céu, que está acima de qualquer outra coisa. O chapéu azul refere-se ao controle, à organização do processo de planejamento e à ordem de utilização dos meios que dispomos para o nosso trabalho.

O chapéu azul nos provoca a ter uma visão a partir do alto. Ele nos leva a pensar sobre a organização do processo. Sua função é controlar o processo. Ele busca posições alternativas a um problema. Ele apresenta o propósito de um pensamento e determina o que deve ser alcançado. Ele define a estratégia do pensamento.

Ele pede resultados da ação em forma de sumário, síntese ou conclusão. Ele é aquele que se detém em algum ponto particular da ação.

Ele é o chapéu do controle. Aquele que organiza o pensamento. Ele determina o enfoque, define os problemas, molda as perguntas e estabelece as tarefas a serem executadas. Ele é o vigilante que ajuda o grupo na garantia do cumprimento das tarefas. Mantém o foco.

VAMOS CONVERSAR:

1. Qual o maior desafio constado em nosso contexto sócio - econômico - político? Qual o compromisso concreto que vamos assumir para superá-lo?

2. Como a palavra de Deus ilumina a caminhada das CEBs, e nos ajuda a sermos profetas e profetiza a serviço da Vida?

3. O que fazer para fortalecer a nossa articulação e parcerias com os movimentos sociais existentes na nossa região?

4. De que maneira o planejamento, a organização e a coordenação acontece nas CEBs de sua paróquia e diocese?

Agora o grupo irá procurar um texto bíblico que faça menção a tudo o que é azul para as CEBs.

Reflita este texto dentro de sua realidade eclesial e social.

Faça uma oração, poema ou música que leve a pensar na dimensão azul.


CEBs Regional Oeste 2

Nenhum comentário: