Loading...

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Comunidades Eclesiais de Base - China

Peregrinação marca o mês do Sagrado Coração na comunidade católica chinesa


Várias peregrinações da comunidade católica chinesa, seja continental como da diáspora, marcam este mês de junho, dedicado ao Sagrado Coração de Jesus.

Segundo informa Faith à Agência Fides, no dia 18, véspera da solenidade da Santíssima Trindade, mais de 320 paroquianos da Catedral de Xi Kai, da Diocese de Tian Jin, realizaram uma peregrinação aos lugares mais significativos da fé católica, que representam o percurso do crescimento da Igreja na China: a Igreja construída pelo grande missionário belga pe. Vincent Lebbe em 1870 (reconstruída e reformada em 1988 e 2004) que hoje é a maior Igreja da Diocese de Tian Jin, com mais de 3.000 fiéis e 21 comunidades eclesiais de base; a paróquia de Shuang Shu, inaugurada e consagrada pouco tempo atrás; o Centro Pastoral Diocesano que representa hoje a vida de fé.

Segundo o sacerdote que ha liderou a peregrinação, “este breve percurso foi como uma síntese da história católica diocesana, e o intercâmbio entre os fiéis nos ajuda a promover a evangelização do futuro”. Um grupo de católicos chineses da comunidade da diáspora do norte da Califórnia, nos EUA, realizou no dia 10 de junho uma peregrinação à comunidade católica de He Bei, visitando especialmente o grande centro de mídia de Faith e o Seminário Maior.

Antes desta etapa, já haviam feito passagens em Macau, Hong Kong, Guang Dong, Zhe Jiang, Shang Hai, Xi An e Pequim, encontrando as comunidades locais para trocar as experiências ligadas à evangelização e à vida de fé vivida em ambientes tão diferentes.

Depois de mais de duas semanas desta “emoção da fé”, encerraram sua viagem espiritual em um lugar significativo: o túmulo do grande missionário jesuíta pe. Matteo Ricci, em Pequim.

Os 75 funcionários com deficiências de uma empresa de propriedade de um católico de Xi An, na província de Shaan Xi, realizaram no início do mês do Sagrado Coração uma peregrinação especial à antiga paróquia dedicada a São José, na Diocese de Pequim.

Segundo o responsável pela empresa, a meta de peregrinação foi escolhida porque “esta Igreja, construída em 1655 pelos missionários jesuítas pe. Louis Buglio e pe. Gabriel de Magallanes, é a segunda Igreja construída em Pequim, é um monumento histórico de primária importância, reconhecido pelo Estado, e se encontra no centro histórico de Pequim. Fiquei surpreendido com o entusiasmo de nossos funcionários e das religiosas que nos acompanharam. Entendi que eles têm uma grande necessidade de vida espiritual”

Ervino Martinuz

Nenhum comentário: