Loading...

segunda-feira, 23 de maio de 2011

De 25 a 27 de maio de 2011, durante a Semana de Teologia da UNICAP - acontece no hall da Biblioteca Central a exposição Padre Comblin

Padre Comblin: o teólogo das comunidades eclesiais de base.



De 25 a 27 de maio de 2011, durante a Semana de Teologia da UNICAP (O Cristianismo em diálogo), acontece no hall da Biblioteca Central a exposição Padre Comblin: o teólogo da enxada.

Quem foi Comblin?

O padre belga Joseph Comblin, um dos mais importantes representantes da Teologia da Libertação, faleceu em 27 de março, vítima de problemas cardíacos. Ele nasceu em Bruxelas, em 1923. Ordenou-se sacerdote em 1947. Doutorou-se em Teologia pela Universidade Católica de Louvain.

Trabalhou na América Latina desde 1958. Foi assessor da Juventude Operária Católica, tornando-se professor da Escola Teológica dos Dominicanos em São Paulo. Aí permaneceu até 1962. A seguir lecionou na Faculdade de Teologia do Chile até 1965. A convite de Dom Helder Câmara, veio para o Recife, onde foi professor do Instituto de Teologia, tendo oferecido cursos e assessorias também no Equador e na Bélgica. A partir de 1969 esteve à frente de seminários rurais em Pernambuco e na Paraíba.



A metodologia utilizada para os seminários era adaptada ao ambiente dos seminaristas e essa experiência lançou as bases para a sua Teologia da Enxada. Suas idéias o colocaram sob suspeita do regime militar. Foi expulso do Brasil em 1971. Exilou-se no Chile durante 8 anos, onde também esteve à frente de um seminário em Talca. No seu livro A Ideologia da Segurança Nacional, publicado em 1977, destrinchou a doutrina que servia de base para os regimes militares. Foi expulso por Pinochet em 1980.

Ao desembarcar no Recife, foi preso na Polícia Federal, considerado ainda "persona non grata" já em tempos de redemocratização. Desde que voltou ao Brasil, radicou-se em Serra Redonda e João Pessoa (Paraíba), e atualmente estava morando na cidade de Barra, no interior da Bahia. Homem de vida simples e comprometida com uma Igreja humilde e a serviço dos pobres, escreveu muitos e importantes livros. Foi um profícuo e íntegro mestre do cristianismo, por quem os nossos sinos devem dobrar!

(por Gilbraz Aragão)


Padre Comblin na UNICAP



O Padre Comblin se foi, mas deixou aos cuidados da Universidade Católica de Pernambuco sua biblioteca particular que, em parte, já está disponível para consulta na Biblioteca Central, pelos professores, alunos e funcionários da Universidade.

Fragmentos teológicos de Comblin:


"Sem dúvida, o maior pecado contra a vida é o medo da realidade presente. A maior tentação, aquela que abre a porta para todas as outras, não é o tédio de viver?

A mensagem bíblica não é da alegria de viver, em qualquer circunstância, mesmo quando essa alegria se esconde por trás do sofrimento da cruz?

Os diversos aspectos da revelação cristã estão aptos para cobrir as diversas situações de existência. Nada está perdido. Tudo vale a pena ser vivido."

COMBLIN, JOSEPH. O provisório e o definitivo. São Paulo: Herder, 1968. p. 69-70


Fonte: Blog da Biblioteca da Unicap

Nenhum comentário: