Loading...

domingo, 26 de dezembro de 2010

Pastoral Afro-Brasileira



“Quem vos recebe, a mim me recebe, e quem me recebe, recebe ao que me enviou.” (Mt 10, 40)

Sob a Luz do Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo apresentamos o subsídio de formação para os agentes da pastoral afro-brasileira. Esperamos que este documento possa levar ao povo de Deus a base necessária para compreender, com maior profundidade, as propostas e os objetivos desta pastoral.

Como uma grande Catedral que abre suas portas a todos, pobres, ricos, miseráveis, sãos, doentes, alegres, deprimidos, homens, mulheres, crianças e jovens; de todas as raças, credos e ideologias, assim está Cristo, de braços abertos acolhendo sem distinção, sem exclusão, àqueles que se sentem impelidos para a experiência da nova esperança.

Não existe maior e melhor exemplo, Desse, que transformou sua vida em oblação por amor a todos nós. Nesse sentido, a Pastoral Afro-brasileira nasce da necessidade de elevar a voz dos que são excluídos e fazê-la ecoar em nossos corações à imagem e semelhança de Cristo, dever fundamental de uma existência cristã.

Como afirma o Sumo Pontífice Bento XVI, em sua encíclica Spe Salvi, (p.59, parágrafo 38) “A grandeza da humanidade determina-se essencialmente na relação com o sofrimento e com quem sofre. Isto vale tanto para o indivíduo como para a sociedade. Uma sociedade que não consegue aceitar os que sofrem e não é capaz de contribuir, mediante a compaixão, para fazer com que o sofrimento seja compartilhado e assumido mesmo interiormente, é uma sociedade cruel e desumana. (...) Aceitar o outro que sofre significa, de fato, assumir de alguma forma o seu sofrimento, de tal modo que este se torne também meu.” Refletindo palavras tão profundas e duras diante do que temos por fazer, somos protagonistas de uma experiência de fé vivificante a fim de ajudar, na caridade, o irmão a transformar o sofrimento em caminho de salvação.

Uma das exigências da vocação apostólica é levar Cristo, Caminho, Verdade e Vida a toda criatura, visto que a Salvação é Graça de Deus para todos, e é essa Graça que nos permite caminhar confiantes e esperançosos para que o projeto de Deus se torne fecundo em nossos dias.

Portanto, é nosso desejo que a Pastoral Afro-Brasileira seja sinal da verdadeira caridade cristã, na Igreja e na sociedade, levando a uma profunda reflexão sobre as questões históricas e sociais presentes em nossa nação, recordando que “a relação com Deus estabelece-se através da comunhão com Jesus – sozinhos e apenas com nossas possibilidades não o conseguimos.” (Spe Salvi - p. 44, parágrafo 28).

Sob a intercessão e o olhar materno da Beatíssima Virgem Maria, a Senhora Aparecida, imploramos de Deus a Bênção a todos os homens e mulheres que estarão unidos para levar adiante as propostas deste documento.

Paz e Bem!

DOM FREI JOÃO ALVES DOS SANTOS, OFMCap.

Nenhum comentário: