Loading...

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Sertão de Pernambuco - Atividade da mineração atinge comunidades

Atividade da mineração atinge comunidades no Sertão de Pernambuco

Uma das notícias que ultimamente tem tido bastante destaque na região do Pajeú, no Sertão de Pernambuco, é a da implantação de uma unidade produtora de cimento da mineradora Vale do Pajeú.

Dizem na região que o investimento inicial para a implantação de uma unidade no município de Afogados da Ingazeira é de 25 milhões de reais e estima-se que a produção chegará em torno de 2,5 milhões de sacos de cimento/ano, com uma jazida de calcário estimada em 53 milhões de toneladas.

A expectativa de faturamento anual chega a 30 milhões de reais. Os municípios onde haverá extração de calcário serão Carnaíba, Flores e Solidão.

As famílias de Santa Rosa, município de Carnaíba, não estão satisfeitas com essas explorações de minérios na região. “Indenizaram meu primo. O preço das terras dele foi 16 mil reais, mas até agora só entregaram um cheque no valor de cinco mil.

Ainda não iniciaram os trabalhos, só no canteiro de obras. Meu pai está com 72 anos, nasceu e viveu aqui e agora tem que deixar essa terra. Já perfuraram três poços para abastecimento de água no canteiro de obras.”, comentou Maria de Lourdes, do sítio Santa Rosa, em Carnaíba. “O povo acha essa firma esquisita, até agora não conversaram com ninguém, mas sabemos que vamos ter que sair”, relatou Maria de Lourdes.

As famílias que serão atingidas não sabem de nenhuma informação sobre a exploração de minérios da região e não foram comunicadas sobre os danos que podem sofrer, nem sobre os danos que poderão ser provocados ao meio ambiente.

Nenhum comentário: