Loading...

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Diocese de Tocantinopólis e Paróquia de Araguatins promoveram grande encontro das CEBs no Bico do Papagaio

Aconteceu no dia 06 de junho de 2010 (Domingo) uma grande assembléia das CEBs – Comunidades Eclesiais de Base de Araguatins. O encontro reuniu 500 pessoas vindas de 42 comunidades do município de Araguatins e outros municípios do Bico do Papagaio. Houve a presença do Bispo da Diocese de Tocantinopólis, Dom Giovane, das irmãs helena, articuladora das CEBS no Tocantins, e Teresinha membro da Diocese, alem de representantes de entidades que atuam na região, APA-TO (João palmeira/assessor), CPT (Irenir/agente), e Lideranças de Movimento Sindical dos Trabalhadores Rurais (João Abelha e Lucena).

Abertura com Pe. Edison e comissão organizadora
Valorização da cultura popular - Bispo D. Giovane e J. Abelha
Plenária dos participantes da assembléia

O objetivo da assembléia foi de fortalecer a articulação entre as comunidades e aprofundar os temas relacionados a caminhada destas. O que é CEBs; O modelo de igreja onde foram identificadas os 04 aspectos que são sustento de uma comunidade: 1)Formação; 2)Espiritualidade; 3) Missionariedade e 4) Realidade-contexto. Na formação falou-se da importância de fazer uma formação que ajude o cristão a tomar consciência da sua atuação eclesial, política e comprometida com a casa comum : O UNIVERSO. No ponto da Espiritualidade para tomarmos consciência da importância de uma espiritualidade comprometida com a causa dos pobres, onde a fé se constitui na motivação para a construção do reino. Na Missionariedade, a missão é vivida nos valores da solidariedade da partilha, da justiça e do encontro com o outro. E por ultimo na realidade, que está relacionado com o eixo central das CEBs, onde há o elo entre FÉ e VIDA. O que acontece na vida é conteúdo para as celebrações, compromissos e espiritualidades das CEBs, que estas são fonte e semente de variados serviços e ministérios a favor da vida na sociedade e na igreja .

Na parte da tarde, foi realizado trabalho de grupos para os presentes responderem aos seguintes questionamentos: Que práticas, ações, posturas, atitudes temos em nossa diocese, paróquias, pastorais, movimentos e organismos que vale a pena continuar trabalhando? ; Que modelo de Igreja e de pastoral queremos construir na realidade de nossa diocese? ; Que novas realidades, que novos desafios, que novas perguntas a realidade está colocando para nós Igreja, hoje? E Que novas práticas sugerimos para responder a essas realidades, desafios e perguntas?

Muitas foram as respostas que os fies , forma participativa e envolvente, deram a própria igreja, dentre estas destacamos algumas: Queremos continuar com os movimentos e pastorais já existentes com mais engajamento, compromisso e conscientização; Queremos igreja alegre, viva, participativa, missionária e comprometida com o Evangelho e com a realidade social (educação, saúde, política, segurança pública, meio ambiente); Queremos Igreja que vai aonde o povo está, nas escolas, no trabalho, nas prisões, nos hospitais, em todos os lugares; Como atrair os jovens/adolescentes e fazer que eles permaneçam e se envolvam nos serviços da Igreja; Queremos evangelizar a partir da realidade, colocar-se a serviço de Deus e de nossos irmãos através da doação em prol de uma igreja justa e fraterna; Queremos que os grupos de jovens sejam preparados e assessorados por adultos, para que tenham um direcionamento, metodologia de encontros, para que sejam jovens missionários e futuros adultos que dêem continuidade na missão.

Momento da mística de abertura

Muita alegria e participação

Momento lúdico com canto

O rosto de nossos jovens presente

Durante todo o evento houve muita animação e participação dos comunitários, que trouxeram muitos cantos, poesias, encenações e testemunhos, que alegraram o ambiente do encontro, animando a todos e todas presentes. "Esperamos que esta iniciativa aqui realizada contagiem outras paróquias, outros padres e lideranças para realizarem encontros das CEBS em outras comunidades do Bico do Papagaio", comentou a Irmã Helena com grande satisfação . A assembléia foi encerrada pelo Bispo Dom Giovane e Pe. Edison com a realização da missa final e a benção de envio das participantes para suas comunidade para serem novas sementes de paixão pela causa do POVO e de DEUS.
Dom Giovane e Pe. Josimo : Sementes de inspiração de uma nova CEBs
Irmãs da Diocese de Tocantinopólis visitam comunidades de Axixa e Praia Norte para rearticular as CEBs no Bico do Papagaio.


Estiveram participando neste sábado (05/junho), na comunidade de Lagoa de São Salvador no município de Axixá , durante a feira das quebradeiras de coco da comunidade e inauguração do galpão de reunião da comunidade as irmãs da Diocese de Tocantinopólis, Irmã Helena e Terezinha , que são responsáveis pela articulação das Comunidades Eclesiais de Base, as chamadas CEBs, acompanhadas da D. Raimundinha de Araguaina. Nesta oportunidade também estiveram presentes e prestigiando o evento da comunidade, João Palmeira e D. Raimunda , o primeiro assessor da APA-TO e apoiador de diversos movimentos sociais da região e do estado, e a segunda liderança e quebradeira de coco do Bico do Papagaio.

Na seqüência as irmãs, foram para a comunidade de São Felix, no município de Praia Norte, visitar o cantor da terra João Abelha e prestar solidariedade a líder comunitária Irenir que é quebradeira de coco e agente da Comissão Pastoral da Terra – CPT no Bico do Papagaio. Estas visitas foram partes do roteiro de viagem das irmãs para participar da grande assembléia de CEBs de Araguatins, que aconteceu no domingo, com a participação de 500 pessoas vindas de 42 comunidades e conduzidas pelo Pe. Edison, Paróquia São Vicente Ferrer e Bispo D. Giovane da Diocese de Tocantinopólis.




Raimundinha, João Palmeira, Ir. Helena , D. Raimunda e Ir. Terezinha

Nenhum comentário: