Loading...

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Dia Mundial das Comunicações

43º Dia Mundial das Comunicações
Novas Tecnologias, Novas Relações



A comunicação é muito mais do que simples troca de informações. Ela supõe escuta amorosa e atenta. Quando leva em conta as emoções e sentimentos, ela realiza um verdadeiro encontro de pessoas. Aquece o coração. E serve de estímulo para a promoção de uma cultura de respeito, de diálogo e amizade.

Hoje celebra-se o Dia Mundial das Comunicações. O tema proposto para este ano aponta para as “novas tecnologias, novas relações” que estão forjando uma nova cultura. Pode-se falar em revolução tecnológica que provoca mudanças nas relações e variadas formas de informação.

A essência do cristianismo é o amor que se expressa nas relações, fundadas sobre a verdade, a justiça e a paz, entres pessoas, nações e culturas. Explica Bento XVI que o uso das novas tecnologias, pela geração digital, pode favorecer a compreensão e a solidariedade. “Desta nova cultura da comunicação - acrescenta o papa - derivam muitos benefícios: as famílias podem permanecer em contato apesar de separadas por enormes distâncias; os estudantes e pesquisadores têm um acesso mais fácil e imediato aos documentos, às fontes e às descobertas científicas e podem conseguir trabalhar em equipe a partir de lugares diversos...”

O desejo de comunicação e amizade está radicado na nossa natureza de seres humanos, reconhece o papa, ao recordar que “à luz da mensagem bíblica nossa participação no amor comunicativo e unificante de Deus”, faz com que a humanidade inteira se transforme numa só família.

O papa faz um apelo aos jovens para que sejam bons comunicadores, convidando-os a assumir o anúncio do Evangelho entre eles. E conclui a sua mensagem para 43º Dia Mundial das Comunicações dizendo: “O coração humano anseia por um mundo onde reine o amor, onde os dons sejam partilhados, onde se construa a unidade, onde a liberdade encontre o seu significado na verdade e onde a identidade de cada um se realize numa respeitosa comunhão.”

Dom Joviano de Lima Júnior,sss
Arcebispo de Ribeirão Preto

Nenhum comentário: