Loading...

quinta-feira, 28 de junho de 2012

Sociólogo resgata a trajetória da juventude católica no Brasil

Surgido em meados dos anos 1960, o movimento social denominado Cristianismo da Libertação ultrapassa os limites da Igreja como instituição e reúne milhões de cristãos que partilham a opção prioritária pelos pobres. Em outras palavras, consideram que o pobre não é objeto de caridade cristã e sim sujeito histórico de sua própria libertação. Munido de grande bagagem teórica e vasta documentação, o sociólogo Flávio Munhoz Sofiati convida o leitor a conhecer, em 'Juventude católica: o novo discurso da Teologia da Libertação', lançamento da EdUFSCar, a formação e o desenvolvimento da Pastoral da Juventude, uma das comissões pastorais comprometidas com o Cristianismo da Libertação, num mergulho em sua pedagogia e opções políticas.
Com um tema pouco estudado pelas Ciências Sociais no Brasil, o livro aborda de forma contundente a evolução da Igreja no Brasil e desvenda o surgimento da teologia da libertação. Sofiati estabelece uma linha do tempo em que narra a trajetória da Pastoral da Juventude, desde sua origem até a última Assembleia Nacional, com o objetivo de investigar através do contexto histórico as transformações ocorridas ao longo de 40 anos na instituição.
O livro é dividido em três partes: Gênese do Cristianismo da Libertação, em que são analisadas as mudanças ocorridas na Igreja Católica entre as décadas de 1950 e 1970; O método da formação da PJB, decorrentes da década de 1980 e As mudanças na Teologia da Libertação, que permitem ao leitor entender os fatores que levaram a PJB a reavaliar seus métodos de trabalho com a juventude.
Segundo Michael Löwy, que assina o prefácio, a história deste movimento, “seus conflitos internos e seus problemas de orientação pedagógica, religiosa e política são o tema deste apaixonante livro”.
Sobre o autor - Flavio Munhoz Sofiati é professor adjunto de Sociologia da Universidade Federal de Goiás – UFG (Faculdade de Ciências Sociais, Curso de Especialização em Políticas Públicas e Programa de Pós-Graduação em Sociologia). Formado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho – Unesp (2001), com mestrado em Ciências Sociais pela Universidade Federal de São Carlos – UFSCar (2004) e doutorado na École de Hautes Études em Sciences Sociales – EHESS (França) em 2007/2008. Atualmente se dedica aos temas: Juventude e Religião, Catolicismo Contemporâneo, Movimento Carismático e Teologia da Libertação. É autor do livro Religião e juventude: os novos carismáticos.

Nenhum comentário: