Loading...

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Jornada Teológica Andina

Inicia nesta quarta-feira (19), na cidade de Bogotá (Colômbia), a última Jornada Teológica de preparação para o Congresso Continental de Teologia (CCT), que será realizado no Brasil, em outubro de 2012. Até o dia 21 de outubro, comunidades teológicas e pastorais dos países andinos estarão reunidas na capital colombiana para discutir os desafios atuais, as transformações nos distintos contextos nacionais e as tarefas para a teologia latino-americana.

Além da Colômbia, as Jornadas Teológicas já passaram pela Guatemala, Chile e México, como etapas preparatórias para o CCT. O Congresso será realizado no marco dos 50 anos da abertura do Concílio Vaticano II e dos 40 anos da publicação do livro Teologia da Libertação – Perspectivas, de Gustavo Gutiérrez, que inaugura a trajetória da teologia no continente.

“O propósito desse evento é criar um espaço para a discussão a partir do campo da teologia, no qual sejam abordados temas conjunturais, tais como a discussão de gênero, a inclusão de comunidades indígenas e afrodescendentes nos estudos teológicos e o impacto da eco-teologia no contexto latino-americano atual”, assinala o comunicado de imprensa dos organizadores do encontro andino.

A Jornada Andina, a ser realizada na Universidade de San Buenaventura, será dividida em três momentos. No dia 19, a proposta é fazer uma análise da conjuntura andina. Na quinta-feira (20), a programação estará voltada para uma análise teológica da realidade atual. Por fim, no dia 21, os participantes serão convidados a traçar as tarefas e desafios futuros da teologia. A programação geral, por sua vez, será aberta com uma Conferência de Dom Demétrio Valentini, bispo de Jales, Brasil.

Para cada um dos momentos, foi definida a realização de um painel, de oficinas e de uma conferência. Os temas das oficinas repetem-se nos três momentos. Dentre os assuntos abordados nesses espaços, estão as diversas perspectivas da teologia: afro-ameríndia, índia, de gênero, moral, bíblica, sistemática, ecológica para a sustentabilidade e espiritual. Além dos temas: mega-projetos e deslocamentos sob olhar teológico; ecumenismo, diálogo inter-eclesial e educação popular; e o futuro de nossa teologia.

A Jornada Andina contará com palestrantes como Luis Guillermo Guerrero, subdiretor de Programas do Centro de Pesquisa e Educação Popular (Cinep), da Colômbia; Sofía Chipana, especialista em teologia indígena; e Diego Irarrázaval, analista da teologia atual, dentre outros convidados.

Fonte: Correio do Brasil

Nenhum comentário: