Loading...

sábado, 2 de julho de 2011

Bispo referencial das CEBs






Foi nomeado o bispo da Comissão do Laicato da CNBB que será o referencial das CEBs: é Dom Giovane Pereira de Melo. Ele é bispo de Tocantinópolis (TO), foi referencial das CEBs no sub-regional Tocantins e foi assessor das CEBs no regional Oeste 2 (Mato Grosso).

Dom Giovane
(CNBB) Mineiro de Salinas, padre Giovane, novo bispo de Tocantinópolis, foi ordenado padre pela diocese de Rondonópolis (MT), no dia 24 de março de 1990. Nascido em 16 de janeiro de 1959, padre Giovane é licenciado em filosofia pela Faculdade Católica de Mato Grosso, em Campo Grande (MS) e bacharel em teologia pelo Instituto Teológico, também em Campo Grande.

Com especialização em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Mato Grosso e mestrado em Teologia Pastoral pela Pontifícia Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assunção, em São Paulo, padre Giovane foi vigário na paróquia Bom Pastor (1990 a 1993) e coordenador de pastoral da diocese de Rondonópolis (1993 a 1997). Exerceu, ainda, a função de reitor do Seminário Maior Jesus Bom Pastor da diocese de Rondonópolis e de vigário paroquial da paróquia Santana, em Chapada dos Guimarães (MT). Ex-presidente da Organização dos Seminários e Institutos do Brasil (OSIB) do Regional Oeste 2 da CNBB, padre Giovane, atualmente, é pároco da paróquia de Nossa Senhora Aparecida, em Rondonópolis.

(Fonte de Alegria) Em 2007, Dom Miguel


EU DOU TESTEMUNHO


Dia 22 de maio, sexta feira, às seis horas, os integrantes da Caravana para representar a Diocese de Rondonópolis, no solene ato de posse de Dom Giovane de Melo, partiram do Santuário de Nossa Senhora Aparecida, Vila Aurora para a desafiadora viagem de 2.100 km até Tocantinópolis (TO). Transcorridas quase 36 horas chegaram às margens do caudaloso Rio Tocantins, na praça da Catedral Nossa Senhora da Consolação cenário do esperado acontecimento, cuidadosamente já preparado. Da“CARAVANA DA ALEGRIA E DA GRATIDÃO” participaram 43 pessoas. Além desse grupo mais nove pessoas representaram a Diocese e o Regional da CNBB de MT.

Em todo o percurso da viagem reinou alegria, comunhão, ajuda mútua, oração, música e cânticos, dinâmicas, partilha de vida, de alimentos, remédios. Ninguém se sentiu cansado, triste nem desanimado. Valeu a pena. A acolhida em Araguaína (TO) e em Tocantinópolis foi marcante desde o momento da chegada até a despedida. As famílias já estavam à nossa espera.

Domingo, dia 24 de maio após o café, teve início uma caminhada, com uma parada na Praça Cívica da cidade onde o Prefeito de Tocantinópolis Fabion Gomes entregou a Dom Giovane a chave da cidade. Com a presença de várias autoridades, inclusive do Sr. Governador Marcelo Miranda, dos padres da Diocese, inúmeras religiosas e religiosos, de “milhares de fiéis” foi celebrada a missa . Dom Alberto Taveira, arcebispo de Palmas, Dom Juventino, Bispo de nossa Diocese de Rondonópolis e outros marcaram presença significativa. Presenças que nos emocionaram: Os indígenas da nação “Apinajé” e a mãe do Padre Josimo Tavares, mártir na luta pela defesa dos pobres na região do Bico do Papagaio, onde se encontra a Diocese de Tocantinópolis.

No início da celebração, como sinal da entrega da Diocese e do pastoreio, Dom Giovane recebeu o báculo. Na homilia ressaltou o lema:“Como um pastor cuida de seu rebanho, assim cuidarei das minhas ovelhas e as recolherei de todos os lugares por onde se dispersaram” (Ez 34,11-12). E continuou:

O bispo não toma posse, o povo é quem toma posse do bispo, então eis- me aqui!

Revelou seu desejo de construir juntos, como discípulos e missionários, uma Igreja de comunhão, dialogante, missionária, participativa, servidora, fiel e sensível às realidades e desafios atuais. Dirigiu-se com carinho aos leigos, aos religiosos e religiosas e especialmente aos padres, dizendo-lhes entre outras tantas palavras de apoio e incentivo: “Irmãos, sejamos misericordiosos a exemplo do “pastor belo e bom” (Jo 10,11); que dá a vida pelos irmãos (cf. Jo 10,11); que conhece os cristãos do seu rebanho (cf. Jo 10,14); que caminha na frente da comunidade peregrinante (cf. Jo 10,3-4) e lhe fornece no tempo devido o alimento necessário” (cf. Lc 12,42).

Com especial atenção Dom Giovane agradeceu a Deus pelo dom da vida e da vocação ao serviço, á Diocese de Rondonópolis representada por Dom Juventino, aos amigos e amigas leigos e leigas e religiosas, aos familiares; á Diocese de Tocantinópolis que o acolheu, com suas comunidades, clero, religiosos e religiosas, seminaristas, formandos e formandas, aos Bispos e presbíteros da região, ás autoridades civis, às equipes que prepararam a celebração.

A despedida foi só emoção. O rio de lágrimas se juntou às águas do Tocantins para revigorar a esperança na caminhada de fé, do Povo de Deus, confiado a Dom Giovane.

Ao regressar, a “caravana da alegria” entoou louvores e ação de graças ao Deus da vida pelas pessoas que contribuíram com a viagem, pela equipe organizadora, pela acolhida amável e por tudo o que foi experimentado nesses dias de convivência fraternal e amiga, por Dom Giovane e pela Diocese de Tocantinópolis. Pó tudo isso , Deus seja louvado!

Irmã Zenilda Novais Rocha 29/05/2009 - 22:55 -
Posse de Dom Giovane Pereira de Melo Tocantinópolis- 24 de Maio de 2009



Noticia por email: José Batista

Nenhum comentário: