Loading...

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Protesto contra os reajustes dos parlamentares em Brasilia

Cerca de 80 estudantes protestaram na rampa do Palácio do Planalto contra o reajuste de mais de 60% dos salários dos parlamentares. Foto: Elaine Lina/Terra

27/12

Cerca de 80 estudantes protestaram na rampa do Palácio do Planalto contra o reajuste de mais de 60% dos salários dos parlamentares

Um grupo de cerca de 80 estudantes invadiu a rampa do Palácio do Planalto, local de trabalho do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no início da tarde desta segunda-feira. Com narizes de palhaço e palavras de ordem, eles protestavam contra o aumento de mais de 60% concedido pelos parlamentares a eles próprios no dia 16 de dezembro. Os vencimentos de deputados e senadores passarão, a partir de fevereiro, de R$ 16,5 mil para R$ 26,7 mil mensais. Os estudantes deixaram a rampa por volta das 12h45.

Entre as frases gritadas pelos manifestantes estavam "Eu não sou otário, tirado do meu bolso para pagar seu salário" e "Você, aí parado, também foi roubado". Os estudantes, que já haviam feito manifestação semelhante no Congresso Nacional, pegaram de surpresa a segurança da Presidência da República, que não esperava que a rampa do Palácio, cuja utilidade é restrita a solenidades oficiais, fosse ocupada no protesto. Um estudante, que burlou os guardas e tentou invadir a porta do edifício, foi pego pelo pescoço e retirado do local.

Funcionários da Presidência da República se aglomeraram no Salão Nobre para acompanhar o manifesto. Turistas presentes na Praça dos Três Poderes, em frente ao Palácio do Planalto, também observaram e protesto, e alguns deles integraram o coro para protestar contra o aumento.

Laryssa Borges - Brasília


Nenhum comentário: