Loading...

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Marcha em El Salvador pela liberdade de antiterroristas cubanos

San Salvador, 17 dez - Prensa Latina

Uma marcha e uma vigília serão realizadas, hoje, na capital de El Salvador, por várias organizações que exigem a imediata liberdade dos cinco antiterroristas cubanos presos nos Estados Unidos.

Os organizadores das manifestações explicaram a Prensa Latina que também recolherão assinaturas para uma carta ao presidente desse país, Barack Obama, solicitando-lhe ponha fim à injustiça.

A imediata liberdade dos cinco cubanos a exigiremos todos os povos do mundo, acompanhados de seus governos, e personalidades das artes, das ciências, do direito, políticos e religiosos, sublinha o texto.

Nas manifestações tomarão parte membros das CEBs (Comunidades Eclesiais de Base), associações de veteranos de guerra e da Coordenadora Salvadorenha de Solidariedade à Cuba.

O presidente desta última organização, o advogado Raúl Martínez, informou que os manifestantes se concentrarão no parque Cuscatlán a partir de 18:00, hora local.

No interior desta instalação encontra-se o Museu à Memória Histórica, onde em mármore estão inscritos os nomes de 30 mil vítimas da repressão durante o conflito armado (1980-1992).

Posteriormente marcharão para o monumento ao Divino Salvador do Mundo, uma central praça dominada por uma monumental estátua de Jesus Cristo, que é o principal símbolo da capital.

Em um dos extremos do lugar, ao pé de uma estátua ao arcebispo mártir Oscar Arnulfo Romero, assassinado pelos esquadrões da morte no dia 24 de março de 1980, será realizada uma cerimônia religiosa.

No mesmo lugar permanecerão em vigília pela liberdade dos cinco até amanhã, sábado.

Martínez explicou que os manifestantes portarão fotos dos antiterroristas Gerardo Hernández, Fernando González, Antonio Guerreiro, René González e Ramón Labañino, bem como de monsenhor Romero.

Acrescentou que durante a marcha e a vigília serão distribuídos panfletos com o texto da carta ao presidente estadunidense e outros de solidariedade com Cuba e pela libertação desses luc
tadores.

Nenhum comentário: